Mask

2 comments



Uma amiga desconfia que sou a autora destes desabafos
e passa a vida a espiar-me e a tentar apanhar-me em falso.
Vou ter que me esconder atrás duma personalidade que não é a minha.

Só até que consiga seduzir-lhe o marido e foder com ele.
Tenho que ter um trunfo, não é?


Amores

0 comments



Amo Joaquin Phoenix porque amo a música de Johnny Cash.

E não só ;-)


Femme fatale

0 comments



Quero usar-te
fazer de ti o meu brinquedo sexual favorito
que não possar dizer não
ao toque da minha pele e à humidade dos meus lábios.

que os meus seios te façam tremer
e as minhas pernas delirar
e que que morras por entrar...

e,
no momento certo,
deixar-te ansioso
até que eu queira e decida ser penetrada por ti!

Quero ser a tua "femme fatale"
e, para sempre,
usar todas as minhas armas para te deixar louco.

Quero passar a ser eu a usar-te ou a esquecer-te.


Erótico puritano

0 comments


Foto de Tarique Sani

As pontas dos meus seios apontam para o céu
inchados e duros
pequenos e brancos
reluzem e gritam
enquanto as estrelas queimam e umedecem
meus santos orifícios
com seus toques inesperados.
sou cega, muda, espasmódica.
pernas abertas por um mundo melhor.

Niandra LaDez


Back Door

2 comments



E a quem não agrada entrar de forma clandestina pela porta de trás?

Sobretudo quando é tão sugestiva, atraente e, pelo que se pode ver, suave, suave, suave...


Calcinhas

0 comments



Já as nossas avós nos diziam: quando saíres leva sempre calçinhas, de preferência limpas!!!

Pode suceder que tenhas um acidente e tenhas que ir ao médico...
Prefiro chegar ao hospital com a cabeça partida espirrando sangue que não ter calçinhas a tapar-me a passarinha. E muito pior se estiverem sujas! Prefiro morrer!

Parece-me que cada vez mais mulheres andam sem roupa interior. Pelo menos algumas das com quem me dou.

Experimentei uma vez. Confesso que foi agradável sentir a brisa a entrar-me pela saia e sentir a frescura na rata.
Mas andei todo o dia aterrada! Se tivesse caído?


O tiro

1 comments



Cinco longos meses amordaçada.
Forcei a saída do que me calava.
Do que me obrigava a trabalhos humanitários em nome dos bons costumes.

Deixo isso para as meninas da Cruz Vermelha.

Que melhor trabalho humanitário que amar e ser amada?

Que foder e ser fodida?


About me

Last posts

Archives

Amores